Kosovo falha integração na UNESCO


 

Lusa/AO Online   Internacional   9 de Nov de 2015, 18:20

O Kosovo falhou hoje a integração na Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO), ficando a poucos votos da maioria necessária para a aprovação da sua candidatura de adesão.

“A Conferência geral votou contra a adoção do projeto de resolução”, afirmou o presidente da sessão, após a votação realizada na sede da UNESCO, em Paris.

A candidatura de adesão desta antiga província sérvia, que declarou unilateralmente a sua independência em 2008, não conseguiu reunir apoio de dois terços dos Estados-membros que compõem a UNESCO (195 membros e nove membros associados).

A integração do Kosovo no seio desta agência da ONU recebeu 92 votos a favor, 50 contra e 29 abstenções, enquanto 15 países não compareceram à votação na capital francesa.

Feitas as contas, a candidatura do Kosovo não conseguiu atingir o apoio mínimo necessário de 95 Estados-membros.

Pristina só poderá submeter-se a uma nova votação na próxima Conferência geral desta agência da ONU, a ser realizada dentro de dois anos, segundo informaram fontes da UNESCO.

As movimentações diplomáticas dos últimos dias faziam antever um debate acesso entre aqueles que querem formalizar o reconhecimento internacional do Kosovo com a sua integração na UNESCO e aqueles que rejeitam este cenário.

Neste último grupo figuram, entre outros países, a Rússia e a Sérvia, que realizaram uma campanha ativa para impedir a integração do Kosovo na UNESCO.

Para que a iniciativa do Kosovo – que foi originalmente lançada pela Albânia - tivesse sucesso, a candidatura de Pristina teria de ter recebido apoio de pelo menos dois terços dos países presentes na Conferência geral e dois terços também dos Estados votantes.

Em outubro passado, o Conselho executivo da UNESCO chegou a aprovar a incorporação do Kosovo, com base na resolução 1244 do Conselho de Segurança da ONU.

Embora muito dividido, o órgão executivo, que prepara os trabalhos e os dossiês da Conferência geral, apoiou a medida com 27 votos a favor, 14 contra e 14 abstenções.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.