Espanha

Justiça admite terceiro processo contra Baltasar Garzón


 

Lusa / AO online   Internacional   25 de Fev de 2010, 17:41

A justiça espanhola admitiu esta quinta-feira a tramitação um novo processo contra Baltasar Garzón, o terceiro apresentado contra o juiz, por alegadas escutas ilegais a vários detidos no âmbito de um caso de corrupção em Espanha.
Garzón, que ganhou notoriedade internacional quando em 1998 processou o ditador chileno Augusto Pinochet, era já antes alvo de um processo que questiona a sua competência para investigar os desaparecimentos durante a ditadura e a Guerra Civil em Espanha e outro relativo a dinheiro que recebeu de um banco para um curso em Nova Iorque em 2005 e 2006.

Este terceiro processo envolve alegadas escutas a vários detidos no âmbito do chamado "caso Gürtel", uma presumível rede de corrupção envolvendo funcionários e autoridades das regiões de Madrid e Valência, ambas governadas pelo Partido Popular (PP).

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.