Dívida

Juros passam os 6,8% e renovam máximo histórico


 

Lusa/AO online   Economia   8 de Nov de 2010, 17:20

Os juros da dívida portuguesa a 10 anos voltam esta segunda-feira a negociar em máximos históricos ao ultrapassar os 6,8 por cento no mercado secundário, num movimento de subida partilhado com a Irlanda.
Pelas 15:04 de Lisboa, os juros das Obrigações do Tesouro a 10 anos atingiam os 6,806 por cento, acima do anterior máximo de 6,607 atingido na quinta-feira passada.

Este novo recorde histórico dos juros dos títulos com maturidade a dez anos acontece nas vésperas da emissão de dívida pública de longo prazo pelo Instituto de Gestão da Tesouraria e do Crédito Público, a 10 de Novembro, em que o Tesouro quer conseguir um mínimo de 600 milhões de euros.

Na Irlanda, os juros para comprar Obrigações do Tesouro com a mesma maturidade também estão no recorde histórico de 7,877 por cento, no dia em que o comissário dos Assuntos Económicos, Olli Rehn, aterra em Dublin para debater o plano de austeridade do Governo irlandês.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.