Juncker vai bater-se pela aproximação e coordenação das políticas fiscais na UE

Juncker vai bater-se pela aproximação e coordenação das políticas fiscais na UE

 

Lusa/AO online   Economia   10 de Dez de 2014, 13:40

O Presidente da Comissão Europeia disse hoje que é uma "necessidade absoluta" a aproximação e coordenação das políticas fiscais, horas depois de terem sido revelados mais acordos fiscais entre o Luxemburgo e multinacionais.

 

Jean-Claude Juncker volta a estar hoje sob pressão a propósito do escândalo 'LuxLeaks'.

Este caso, que revelou que o Luxemburgo fez acordos secretos de otimização fiscal com centenas de multinacionais para pagarem menos impostos rebentou no início de novembro, poucos dias depois de Juncker ter tomado posse como presidente da Comissão. Uma segunda onda de revelações foi conhecida nas últimas horas, no dia em que Juncker e todos os comissários prestam juramento perante o Tribunal Europeu de Justiça.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.