Juncker reafirma unidade de determinação da UE contra o terrorismo

Juncker reafirma unidade de determinação da UE contra o terrorismo

 

Lusa/AO Online   Internacional   15 de Jul de 2016, 08:46

O presidente da Comissão Europeia disse hoje que a França pode contar com a instituição e com os outros países-membros da União Europeia contra o terrorismo, após o atentado em Nice, que fez pelo menos 84 mortos.

“A nossa determinação [em lutar contra o terrorismo], dentro e fora da UE, permanece firme, tal como a nossa unidade”, assinalou Jean-Claude Juncker, em comunicado.

Juncker, que se mostrou “profundamente afetado” pelo atentado ocorrido naquela cidade do sul de França, expressou ainda a sua “grande solidariedade” para com as vítimas, os seus familiares e para com todos os franceses, após o “ato de terrorismo”.

Segundo o mais recente balanço oficial, pelo menos 84 pessoas morreram e mais de uma centena ficaram feridas – incluindo 18 em estado crítico – depois de, na noite de quinta-feira, um camião ter atingido uma multidão na avenida marginal da cidade de Nice, a Promenade des Anglais, que assistia a um espetáculo de fogo-de-artifício para celebrar o dia nacional de França.

As autoridades francesas consideram estar perante um atentado terrorista e o Presidente da França, François Hollande, anunciou o prolongamento por mais três meses do estado de emergência que vigora no país desde o ano passado.

A autoria do ataque ainda não foi reivindicada.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.