Juncker diz que lutará "até ao último milésimo de segundo" para que Grécia fique na zona euro

Juncker diz que lutará "até ao último milésimo de segundo" para que Grécia fique na zona euro

 

LUSA/AO Online   Internacional   12 de Jul de 2015, 15:00

O presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, disse hoje, em Bruxelas, que lutará "até ao último milésimo de segundo" para se chegar a um acordo que mantenha a Grécia na zona euro.

"Lutarei até ao último milésimo de segundo por um acordo e espero que cheguemos a um acordo", disse Juncker à entrada da reunião dos líderes da zona euro. Neste momento decorre ainda a reunião entre os ministros das Finanças da zona euro, que foi retomada esta manhã, depois de interrompida na última madrugada, em torno de negociações sobre um terceiro programa de assistência a Atenas. As expectativas relativamente a um acordo são muito reduzidas, com posições ainda divergentes entre os países, sendo esperado que saiam, para já, pedidos de implementação de reformas concretas à Grécia, que poderão ir ao parlamento helénico já esta semana, e propostas para serem discutidas na cimeira da zona euro. Portugal está representado no Eurogrupo pela ministra das Finanças, Maria Luís Albuquerque - que não prestou quaisquer declarações à imprensa desde a sua chegada a Bruxelas, no sábado, para dar a conhecer a posição de Portugal -, e, na cimeira do euro, pelo primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.