WikiLeaks

Julian Assange queixa-se de "fugas maliciosas" de informação

Julian Assange queixa-se de "fugas maliciosas" de informação

 

Lusa/AO online   Internacional   21 de Dez de 2010, 17:05

O fundador do site WikiLeaks queixa-se, em entrevista publicada hoje pelo The Times, de ser vítima de "fugas maliciosas" de informação sobre o seu processo judicial na Suécia, onde deverá responder por ofensas sexuais.
Na entrevista ao jornal inglês, Julian Assange acusa o diário The Guardian - com quem o WikiLeaks tem um acordo para publicação dos telegramas diplomáticos norte-americanos - de estar a "publicar selectivamente" partes do seu relatório policial.

O fundador da WikiLeaks sustenta ainda que o material foi dado ao jornal um dia antes da audiência da semana passada, em Londres, na qual se definiria o valor da fiança a pagar para sair em liberdade.

Julian Assange, que contesta um pedido de extradição sueco devido a acusações de ofensas sexuais a duas cidadãs daquele país, foi libertado sob fiança, devendo ter nova audiência em tribunal a 11 de Janeiro.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.