Crime

Jovem suspeito de matar a mãe fica em prisão preventiva


 

Lusa/AO online   Nacional   9 de Set de 2010, 15:32

O estudante universitário indiciado pelo homicídio da mãe fica em prisão preventiva depois de ter sido submetido ao primeiro interrogatório judicial no Tribunal de Instrução de Coimbra (TIC), disse fonte policial.
O jovem, de 24 anos, suspeito do homicídio da mãe, uma médica de um centro de saúde da cidade, esteve a ser ouvido desde o final da manhã desta quinta-feira até ao início da tarde.

A médica, de cerca de 55 anos, foi encontrada morta em casa, por esfaqueamento, na terça-feira de manhã, pela empregada.

A Polícia Judiciária, através da Directoria do Centro, anunciou na quarta-feira a detenção do suspeito, estudante de Medicina, filho adoptivo da vítima.

Segundo uma fonte policial, o homicídio terá acontecido num quadro de “relações tensas” entre mãe e filho.

O jovem, solteiro, está indiciado pela prática de um crime de homicídio qualificado, confirmou hoje o advogado de defesa em declarações aos jornalistas antes de entrar para o TIC.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.