Jovem de 13 anos mata professor e fere mais quatro pessoas em Barcelona

Jovem de 13 anos mata professor e fere mais quatro pessoas em Barcelona

 

Lusa/AO online   Internacional   20 de Abr de 2015, 12:41

Um professor morreu e outras três pessoas ficaram feridas sem gravidade num liceu de Barcelona quando foram atacadas por um aluno de 13 anos armado com uma besta e uma faca.

 

O ataque ocorreu cerca das 09:15 da manhã de hoje, quanto o aluno chegou atrasado à aula no liceu Joan Fuster [no bairro de La Sagrera, em Barcelona], bateu à porta e uma professora lhe abriu a porta. Foi nesse momento que o jovem sacou de uma besta e disparou contra a professora perto da cara, provocando-lhe várias feridas.

De acordo com testemunhas, o rapaz atacou então uma aluna da mesma sala, filha da professora, ferindo-a à facada numa perna.

Ao ouvir os gritos, um professor de ciências sociais que estava numa sala próximo acorreu ao local e o jovem disparou-lhe contra o abdómen. O professor [estava há poucas semanas na escola em substituição de uma colega de baixa], caiu imediatamente ao chão e morreu pouco depois.

O jovem - do segundo ano do secundário - terá entrado então noutra sala de aula e agredido um outro aluno com a faca.

Três dos quatro feridos foram atendidos no Hospital de Sant Pau de Barcelona: uma professora, com feridas na cara, a sua filha de 13 anos, com feridas superficiais, e outro aluno, de 14 anos, ferido no tórax com uma arma branca. Todos estão estáveis. O quarto ferido, uma outra professora, foi assistida no local do ataque e já recebeu alta.

O Tribunal de Instrução 24 de Barcelona, entretanto, abriu um processo ao incidente.

O aluno, de 13 anos [e portanto inimputável], foi para a escola armado com uma besta, uma faca e uma pistola de pressão de ar. O rapaz foi identificado pelos Mossos d'Esquadra (polícia autonómica da Catalunha) e permaneceu sob custódia no estabelecimento escolar até pouco depois das 13:00 horas.

O jovem foi então ao hospital, para ser avaliado, e depois entregue ao tribunal de menores. Na mochila levava material habitualmente utilizado para preparar um "cocktail molotov".

Após o ataque o liceu foi evacuado e dezenas de estudantes concentraram-se à porta do estabelecimento. Vários deles, testemunhas dos acontecimentos, continuam a prestar declarações à polícia.

De acordo com a lei reguladora da Responsabilidade Penal de Menores em Espanha, os menores de 14 anos que cometam um assassínio não são imputáveis. Para comprar e usar uma besta em Espanha é necessário ter uma licença semelhante à de uso de caçadeira ou espingarda.

Uma testemunha citada pela EFE, no entanto, afirmou que a besta era de fabrico caseiro, construída de madeira e com peças de canetas de plástico.

A diretora da escola Joan Fuster, Dolors Perramon, indicou entretanto que os alunos irão à escola a partir das 10:00 de terça-feira, mas não para ter aulas. As várias turmas vão receber apoio psicológico de peritos. Apenas na quarta-feira as aulas serão retomadas com normalidade.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.