Jonathan Paredes diz que o ilhéu é um dos seus locais favoritos

Jonathan Paredes diz que o ilhéu é um dos seus locais favoritos

 

Arthur Melo   Outras modalidades   4 de Jul de 2017, 17:43

Atleta mexicano falou em exclusivo ao Açoriano Oriental sobre as dificuldades da etapa açoriana do Red Bull Cliff Diving

O atleta mexicano Jonathan Paredes elegeu o ilhéu de Vila Franca do Campo, palco da segunda etapa do Red Bull Cliff Diving  2017, como um dos seus locais de eleição

“Devo reconhecer que é (ilhéu) um dos meus locais favoritos para saltar”, afirmou em declarações exclusivas ao Açoriano Oriental o jovem de 27 anos que ingressou no circuito mundial em 2013.

No seu ano de estreia na competição, Paredes conseguiu um dos seus três pódios nos Açores (terceiro em 2013 e 2016 e segundo em 2015) e estas presenças no pódio final são recordadas com especial carinho, “tendo em consideração as dificuldades que sentimos na prova açoriana”, vincou o atleta.

De acordo com o vice-campeão mundial de 2016, os saltos feitos a partir da rocha e a ondulação são as grandes dificuldades que os atletas enfrentam nos Açores.

“Nos Açores saltámos diretamente a partir das falésias e a ondulação do mar constitui uma preocupação acrescida na elaboração dos saltos. No entanto, e como tem acontecido em anos anteriores, vamos procurar dar o nosso melhor”, prometeu.

Na Irlanda, há sensivelmente duas semanas, o mexicano não foi além da sexta posição numa prova bastante exigente em termos físicos para os atletas, devido ao frio que se fazia sentir em Inis Mór.

“Esperamos por isso encontrar bom tempo nos Açores”, desejou Jonathan Paredes.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.