Jerónimo diz estar na mão de deputados posição sobre duplicação de apoio a viagens

Jerónimo diz estar na mão de deputados posição sobre duplicação de apoio a viagens

 

Lusa/AO online   Nacional   17 de Abr de 2018, 14:10

O secretário-geral comunista afirmou esta terça-feira caber a cada deputado uma posição sobre "valores e princípios" com que desempenham a respetiva missão, comentando a polémica sobre a duplicação de apoios pagos aos eleitos pelos Açores e Madeira.

"Mais do que comissões de ética, projetos de lei ou iniciativas legislativas, está nas mãos de cada um assumir esses valores e princípios e a forma de estar na Assembleia da República", disse Jerónimo de Sousa, à margem de uma visita ao Hospital de São José, Lisboa.

Sublinhando tratar-se de uma "resposta pessoal de quem é deputado há não sei quantas décadas", o líder comunista declarou que a "questão depende muito da forma como" cada tribuno assume "os valores e os princípios do mandato" com que "foi responsabilizado pelo povo português".

"Preferíamos que cada um tomasse a sua posição", concluiu.

Na segunda-feira, o deputado do BE Paulino Ascensão, eleito pela Madeira, renunciou ao seu mandato de deputado, um dos visados pela notícia do jornal semanário Expresso sobre os abonos para deslocações dos eleitos pelas regiões autónomas.

Entretanto, o PSD requereu que a Subcomissão de Ética se pronuncie "com caráter de urgência" sobre a eventual duplicação de apoios pagos, num rol de nomes que inclui parlamentares de PSD e PS, nomeadamente o presidente e líder da bancada socialista, Carlos César.

Paulino Ascensão prometeu ainda devolver a totalidade do valor do subsídio de mobilidade a instituições sociais da Madeira.




Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.