Jerónimo de Sousa acusa PS, PSD e CDS de "enganarem os açorianos"

Jerónimo de Sousa acusa PS, PSD e CDS de "enganarem os açorianos"

 

Lusa/Açoriano Oriental   Regional   1 de Out de 2012, 22:00

O secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, acusou esta segunda-feira PS, PSD e CDS-PP de "enganarem os açorianos" na campanha para as eleições regionais, salientando que a política nacional "não pode ser dissociada da política regional".

"Esses que propõem mais emprego, que propõem viagens mais baratas, que defendem políticas sociais justas são no fundo os mesmos que no plano nacional subscrevem esta política e estas medidas que resultam do memorando da ‘troika’", frisou, em declarações aos jornalistas durante uma campanha de rua em Angra do Heroísmo, na ilha Terceira.

Jerónimo de Sousa, que iniciou neste domingo uma visita de três dias aos Açores, onde se disputam eleições regionais a 14 de outubro, sublinhou que "prevalecem as promessas" nesta campanha eleitoral, considerando que representam uma "contradição insanável" e um "rude golpe na democracia".

Em Angra do Heroísmo, o secretário-geral do PCP encontrou ruas praticamente desertas, com várias pessoas a caminho de casa e sem entusiasmo para a campanha eleitoral, deixando, ainda assim, um apelo ao voto.

"Não deixes de votar porque é importante, para ver se a gente muda isto, senão eles dão cabo do resto. Podes contar com a CDU como força de mudança", disse a um jovem natural de Angra do Heroísmo.

Para Jerónimo de Sousa, "é preciso que as pessoas despertem para o que aí vem e encontrem a melhor solução para os problemas nacionais e não o conformismo, a desistência e a resignação" perante os mesmos.

"Estamos aqui nos Açores, olhamos para o mar que tem estado calmo, mas em que se avizinha de facto um vendaval e as pessoas podem ser apanhadas de surpresa", alertou, referindo-se às eleições.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.