Japão lança engenho para limpar detritos do espaço

Japão lança engenho para limpar detritos do espaço

 

Lusa/Açoriano Oriental   Ciência   9 de Dez de 2016, 17:29

O Japão vai lançar, para a Estação Espacial Internacional, uma nave com um engenho de limpeza de detritos acoplado, elaborado com a ajuda de uma empresa que faz redes de pesca.

A nave, chamada "Kounotori" (cegonha, em japonês), vai descolar da ilha de Tanegashima acoplada a um foguetão H-IIB, e levará também baterias e água potável para os astronautas que vivem na Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla em inglês).

Os cientistas da agência espacial japonesa estão a realizar experiências com um cabo eletrodinâmico feito de finos arames de aço inoxidável e alumínio para retirar detritos deixados em órbita, em torno da Terra, que ameaçam as missões espaciais futuras.

Mais de meio século de exploração humana do espaço produziu toneladas de lixo espacial e, a cada ano, registam-se centenas de colisões.

Estima-se que existam cem milhões de pedaços em órbita, incluindo equipamentos de velhos satélites e peças de foguetões.

Um porta-voz da agência japonesa ouvido pelas agências internacionais adiantou que, se for bem sucedido, o sistema coletor de detritos poderá ser usado de forma regular em meados da próxima década.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.