Itália assume controlo de navio à deriva com 450 imigrantes a bordo


 

Lusa/AO online   Internacional   2 de Jan de 2015, 10:57

A guarda costeira de Itália anunciou ter assumido o controlo do cargueiro com cerca de 450 imigrantes a bordo que se encontrava à deriva em alto mar, alegadamente sem tripulação, em direção à costa italiana.

 

O capitão do navio da guarda costeira Filippo Marini explicou, em declarações ao canal de televisão Sky, que seis membros daquela força subiram a bordo do navio, depois de terem sido largados por um helicóptero, para guiar o barco.

A embarcação segue agora rumo a um porto italiano, ainda por designar, a uma velocidade de três nós (a cerca de seis quilómetros por hora), uma vez que as condições do mar “não são boas”.

O barco foi avistado por um avião da Marinha na noite passada quando estava parado a aproximadamente 40 milhas (70 quilómetros) do Cabo de Leuca (Lecce, sul de Itália).

Quando as autoridades portuárias de Itália entraram em contacto com o barco – explicou Marini –, a única resposta que obtiveram foi a de uma mulher que informou que estavam “sozinhos”, já que, aparentemente a tripulação tinha abandonado o navio.

Marini estimou que o número de passageiros a bordo se situe entre os 400 e os 450, incluindo cerca de três dezenas de mulheres e algumas crianças.

De acordo com o capitão do navio da guarda costeira, citado pela agência Efe, o navio terá partido de um porto turco, o qual não especificou, tendo a guarda costeira alertado para o “perigo” de embate contra as rochas da costa.

Na operação participou também um barco patrulha islandês em nome da Agência Europeia de Gestão da Cooperação Operacional nas Fronteiras Externas dos Estados-Membros da União Europeia.

Segundo as informações iniciais, o navio, de 60 metros, tem bandeira da Serra Leoa e foi registado como Ezadeen.

Este caso surge dois dias depois de ter sido intercetado um outro navio, com 796 imigrantes a bordo, a maioria dos quais sírios que tentavam chegar a Itália.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.