Irma deixa Barbuda “totalmente devastada” e 95% da parte francesa de Saint-Martin destruída

Irma deixa Barbuda “totalmente devastada” e 95% da parte francesa de Saint-Martin destruída

 

Lusa/AO Online   Internacional   7 de Set de 2017, 07:39

O furacão Irma atingiu as Caraíbas, deixando a ilha de Barbuda “totalmente devastada” e 95% da parte francesa de Saint-Martin, nas Antilhas Pequenas, destruída, segundo informações oficiais divulgadas na noite de quarta-feira.


A pequena ilha de Barbuda, nas Caraíbas, foi “totalmente devastada” pela passagem do Irma, que causou a morte de uma pessoa, segundo o primeiro-ministro de Antígua e Barbuda, Gaston Browne.

“Por enquanto temos apenas registo de uma morte”, disse Browne. No entanto, o furacão de categoria 5 causou a destruição da ilha que tem 1.600 habitantes, que agora “não é mais que um monte de destroços”.

Também nas Caraíbas, a parte francesa da ilha franco-holandesa Saint-Martin ficou “95% destruída” com a passagem do Irma, disse na quarta-feira à noite o presidente do conselho territorial local, Daniel Gibbs.

“É uma catástrofe enorme. 95% da ilha está destruída. Estou em choque. É uma loucura”, declarou ao telefone com a Rádio Caraíbas Internacional.

O prefeito do departamento de Guadeloupe, Eric Maire, já tinha informado que há registo de pelo menos seis mortos em Saint-Martin.

 



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.