IPMA registou rajada de vento de 75 quilómetros por hora na ilha Graciosa

IPMA registou rajada de vento de 75 quilómetros por hora na ilha Graciosa

 

Lusa / AO online   Regional   22 de Out de 2016, 11:21

A rajada de vento mais forte registada, até ao momento, nos Açores, região que está hoje sob aviso amarelo, atingiu 75 quilómetros por hora na ilha Graciosa, informou o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

 

A meteorologista da delegação do IPMA nos Açores, Rita Mota, adiantou à agência Lusa que “até ao momento a rajada de vento mais forte foi registada esta madrugada na ilha Graciosa, tendo atingido 75 quilómetros por hora” e ao nível da ondulação marítima “ronda os cinco a cinco metros e meio na costa norte da Graciosa e da Terceira”.

Sete ilhas dos Açores estão este fim de semana sob aviso meteorológico amarelo e laranja devido a previsões de agitação marítima e vento.

De acordo com Rita Mota o estado do tempo no arquipélago deve agravar-se, estando previsto ocorrer o momento mais crítico no domingo, pelo que nas próximas horas podem ocorrer atualizações dos avisos meteorológicos.

O último aviso meteorológico emitido pelo IMPA, à 00:25 (mais uma hora em Lisboa), coloca as ilhas de São Miguel e Santa Maria (grupo oriental) sob aviso amarelo referente a agitação marítima, devido “à relativa altura das ondas”, no período entre as 18:00 de hoje e 06:00 de domingo. Entre as 06:00 de domingo e as 12:00 de segunda-feira o aviso sobe para laranja.

Para as ilhas Terceira, Graciosa, São Jorge, Pico e Faial (grupo central), hoje sob aviso amarelo, o IPMA prevê que até domingo ocorra agitação marítima até às 12:00 e vento até às 09:00. Sobe o aviso para laranja no domingo a partir das 12:00 até às 06:00 de segunda-feira, referente a agitação marítima.

Fonte do Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores garantiu hoje à Lusa que durante a madrugada “não houve registo de nenhuma situação” devido ao mau tempo que assola várias ilhas.

A Autoridade Marítima recomendou na quinta-feira o reforço das amarrações e a vigilância das embarcações devido a um agravamento do tempo previsto para o fim de semana, com ondas que poderão atingir os nove metros.

Devido a este agravamento, que "se fará notar pela ocorrência de vento forte e ondulação do quadrante Norte que pode atingir os nove metros de altura", a Autoridade Marítima salienta que, "apesar de os meios de socorro marítimos estarem de prevenção, é fundamental da parte de todos uma atitude prudente, não incorrendo em situações de risco que podem vir a ter consequências graves".


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.