Investidores consideram Portugal mais arriscado que o Brasil

Investidores consideram Portugal mais arriscado que o Brasil

 

Lusa/AO online   Economia   14 de Jul de 2016, 11:29

O risco de investir em Portugal ultrapassou o Brasil, de acordo com o custo dos seguros de crédito realizados pelos investidores para garantirem o pagamento dos investimentos, noticia a agência de informação financeira Bloomberg.

 

"Os títulos de dívida do Brasil são menos arriscados que os da sua antiga colónia pela primeira vez em ano e meio, mostram os dados das transações", escreve a agência Bloomberg numa notícia publicada esta manhã, referindo-se aos títulos de dívida com um prazo de cinco anos de maturidade.

Os investidores "estão a apostar que o Presidente Michel Temer vai conseguir tirar o país sul-americano da sua pior recessão num século, enquanto a perspetiva de Portugal piorou face aos receios de que o crescimento europeu vá abrandar", acrescenta a notícia.

Os seguros que os investidores contratam para garantir o pagamento dos empréstimos (Credit Default Swaps - CDS) feitos a Portugal têm estado a subir desde o princípio deste ano, tendo atingido os 293,6 pontos base esta manhã, ao passo que os CDS do Brasil têm estado numa trajetória descendente desde o final de fevereiro.

"O Governo interino brasileiro parece estar a ir por bom caminho", comentou à Bloomberg o economista-chefe da casa de corretagem Modalmais, no Rio de Janeiro.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.