Instalações desportivas nos Açores duplicaram em duas décadas e já são mais de 800

Instalações desportivas nos Açores duplicaram em duas décadas e já são mais de 800

 

Lusa/AO Online   Regional   10 de Out de 2017, 06:00

O presidente do Governo dos Açores, Vasco Cordeiro, afirmou que a região tinha em 1998 cerca de 400 instalações desportivas, número que mais do que duplicou em quase duas décadas.


“Há um dado que julgo particularmente curioso quanto a este movimento que muitas das vezes passa despercebido quanto à sua dimensão e à sua importância. Em 1998, a região tinha cerca de 400 instalações desportivas, hoje estamos com um número que ultrapassa já as oito centenas”, afirmou Vasco Cordeiro.

O chefe do executivo regional discursava na inauguração do Centro de Treino de Judo, nas Velas, na ilha de São Jorge, onde hoje o Governo dos Açores iniciou a visita estatutária.

Na ocasião, Vasco Cordeiro destacou que “para a resposta que esta aposta tem suscitado da parte dos praticantes” há outro dado relevante, a “política de gestão desse tipo de infraestruturas”, pois servem as atividades mais “especificamente direcionadas para elas, mas também a atividade das escolas da região, do movimento associativo desportivo, a generalidade da população, numa ótica otimização e de rentabilização de recursos disponíveis”.

Sobre os resultados desta política, o presidente do Governo Regional apontou “a taxa de participação absoluta é de mais 23 mil atletas, ou seja cerca de 9,5 % da população açoriana”, quando no país este indicador está nos 5,1%.

Outro dado prende-se com a participação potencial dos escalões de formação que é de “quase 18 mil atletas nos Açores, uma taxa de mais 50% dos jovens da faixa etária entre os oitos e os 18” anos, referiu, acrescentando que no “todo nacional esta taxa é de apenas 30%”.

Vasco Cordeiro adiantou que “tudo isto não faria sentido se não houvesse uma adesão clara e inequívoca” na utilização das instalações desportivas, para destacar o movimento associativo nesta área.

“São cerca de 250 clubes organizados em mais de 40 modalidades e divididos por cerca de 50 associações desportivas”, referiu ainda, para acrescentar que, “além dos milhares e milhares de atletas, são cerca de mil treinadores, perto de 1.300 árbitros e juízes, e quase 1.600 dirigentes dessas associações”.

No centro hoje inaugurado, de 1,1 milhões de euros, praticam cerca de 200 atletas, dos oito aos 60 anos, do Judo Clube de São Jorge.

Vítor Soares, do clube, realçou a implantação da modalidade na ilha, explicando que três atletas seniores fizeram o circuito mundial pela seleção nacional, quase alcançando os Jogos Olímpicos.

A deslocação do Governo dos Açores a São Jorge, que termina na quarta-feira, cumpre o Estatuto Político-Administrativo dos Açores, segundo o qual o executivo regional deve visitar cada uma das ilhas do arquipélago pelo menos uma vez por ano e reunir o Conselho do Governo na ilha visitada.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.