Infarmed determina retirada de lote dos comprimidos Climen 3x21

Infarmed determina retirada de lote dos comprimidos  Climen 3x21

 

Lusa/AO Online   Nacional   26 de Dez de 2012, 06:18

O Infarmed, Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde, determina, em comunicado, "a suspensão da comercialização do medicamento 'Climen 3x21'", por ter sido detetado um

A farmacêutica Bayer, que produz o medicamento - “Climen 3x21”, comprimidos revistos -, está a recolher o lote 21364B, com o número de registo 8782417 e prazo de validade previsto até janeiro de 2017.

Segundo o comunicado, “os comprimidos estão blisterados na ordem errada” e, assim, “por precaução, os utentes que possuem embalagens do medicamento pertencentes a este lote não as devem utilizar, devendo contactar o seu médico assistente ou o farmacêutico”, recomenda o Infarmed.

O “Climen” é utilizado, segundo informação no sítio do Infomed, “na terapêutica hormonal de substituição para o tratamento das queixas associadas ao climatério, dos sinais de envelhecimento da pele, bexiga e órgãos genitais, humor depressivo no climatério, sintomas de deficiência após paragem de menstruação”.

Segundo o mesmo texto “é também utilizado para o tratamento das queixas devidas a uma atividade diminuída acentuada dos órgãos sexuais (hipogonadismo), após remoção dos ovários ou quando os ovários não funcionam (falha ovariana primária)”.

Adicionalmente, o “Climen” “é utilizado para a prevenção da doença óssea osteoporose, em idade avançada, conhecida como osteoporose pós-menopáusica”.

O “Climen é utilizado em mulheres com perturbações de ciclo menstrual (amenorreia primária ou secundária) ou com irregularidades que não resultam de gravidez, aleitamento ou problemas orgânicos”.

 


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.