Conjuntura

Índice de Custo do Trabalho sobe 1 por cento em Portugal

Índice de Custo do Trabalho sobe 1 por cento em Portugal

 

Lusa/AO online   Economia   14 de Nov de 2011, 10:39

O Índice de Custo do Trabalho (ICT), corrigido dos dias úteis, subiu 1 por cento no terceiro trimestre deste ano, face a igual período de 2010, anunciou o Instituto Nacional de Estatística (INE).
O ICT, que exclui o sector da Administração Pública, recupera assim, depois da queda de 0,4 por cento registada no segundo trimestre.

“Esta variação homóloga resultou de um acréscimo dos custos médios de trabalho (1,7 por cento) superior ao número de horas efectivamente trabalhadas (0,7 por cento)”, explica o INE.

O acréscimo homólogo do ICT foi registado, de acordo com o instituto, na maioria das actividades económicas, com destaque para a educação (7,8 por cento), electricidade (7,6 por cento), construção (5,8 por cento) e actividades de saúde humana e apoio social (5,8 por cento).

Entre as descidas, destaque para as indústrias extractivas (6,7 por cento), captação, tratamento e distribuição de água, saneamento e gestão de resíduos e despoluição (4,6 por cento) e actividades financeiras e de seguros (2,5 por cento).

Por regiões, no terceiro trimestre, os Açores, o Norte e Lisboa apresentaram acréscimos homólogos superiores à média global (1 por cento) de 3,7 por cento, 3,4 por cento e 2,1 por cento, respectivamente

A Madeira, por sua vez, registou um acréscimo homólogo do ICT (0,8 por cento) inferior à média nacional.

Já as regiões do Alentejo, Centro e Algarve registaram decréscimos homólogos do custo de trabalho, de 5,7 por cento, 1,8 por cento e 1,3 por cento, respectivamente

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.