Incêndios já mataram 48 pessoas na Rússia


 

Lusa / AO online   Internacional   4 de Ago de 2010, 11:22

Os incêndios florestais na Rússia já causaram 48 mortos, informou hoje o Ministério para Situações de Emergência da Rússia, o que levou o presidente russo a interromper as férias.
“Nas buscas às casas ardidas foram encontrados oito cadáveres [três na região de Moscovo, dois em Nijni-Novgorod e um em cada uma das regiões de Voronej, Riazan e Ivanovo)”, indicou um comunicado desse ministério.

Também subiu o número de regiões onde as autoridades foram obrigadas a impor o estado de emergência para tentarem travar as chamas. Dmitri Medvedev impôs o estado de emergência de forma total em sete regiões e de forma parcial em seis.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.