Incêndio na China faz dez mortos e nove feridos


 

Lusa/AO online   Internacional   13 de Dez de 2007, 11:13

Pelo menos dez pessoas morreram hoje e nove ficaram feridas num incêndio ocorrido num restaurante em Zhangmutu, província de Guangdong, sul da China, disseram as autoridades locais ao jornal China Daily.
      Este é o segundo incêndio nos últimos dois dias na China, o que eleva o número total de vítimas a 31 mortos e 11 feridos, refere o China Daily.

    O incêndio no restaurante ocorreu às 17:00 (09:00 em Lisboa) e foi extinto em 15 minutos depois de se ter propagado por mais de 400 metros, de acordo com as autoridades. A polícia está a investigar a causa do incêndio.

    Na quarta-feira, 21 pessoas morreram e duas ficaram gravemente feridas num outro incêndio registado num edifício de apartamentos na província de Zhejiang (leste).

    De acordo com as primeiras investigações das autoridades estatais, o incêndio deflagrou numa florista, localizada no primeiro dos 28 andares do edifício Wenfu Mansion, cerca das 08:20 (00:20 em Lisboa).

    O fumo de papéis e plásticos queimados da florista espalhou-se por uma sala de baile, onde se encontravam cerca de 200 pessoas.

    A maioria conseguir fugir, mas 19 pessoas morreram por asfixia. Pelo menos duas pessoas que se encontravam na florista morreram e duas ficaram gravemente feridas ao saltarem pela janela, disseram as autoridades.

    A polícia chinesa está à procura do proprietário da loja, que fugiu. As autoridades congelaram as contas bancárias do fugitivo para pagar compensações às vítimas.

    Mais de 200 bombeiros e 33 viaturas estiveram envolvidas no combate às chamas.

    Os três andares inferiores do edifício destinam-se a actividades comerciais e todos os outros são residências particulares.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.