Inaugurado primeiro hotel de quatro estrelas do concelho do Nordeste

Inaugurado primeiro hotel de quatro estrelas do concelho do Nordeste

 

LUSA/AO online   Regional   30 de Jun de 2017, 19:44

O primeiro hotel de quatro estrelas do concelho do Nordeste, foi hoje inaugurado, num investimento de 1,3 milhões de euros que gerou a criação de 16 postos de trabalho

A unidade hoteleira, Lince Nordeste, com 32 quartos, resulta da reformulação de uma antiga estalagem, fechada desde 2013, do grupo Bensaude, com o qual o grupo The Lince fez um contrato de arrendamento por cinco anos e aquisição após este período.

Na cerimónia de inauguração, o presidente da Câmara do Nordeste, Carlos Mendonça, considerou que o investimento vai “colmatar as necessidades” do concelho nesta vertente de alojamento.

Segundo o autarca, tem havido “uma aposta significativa e ativa no turismo”, adiantando que em quatro anos o concelho “possui mais de 48 espaços para alojamento e turismo rural”, o dobro dos que existiam em 2013.

Carlos Mendonça, que se recandidata a um novo mandato nas eleições autárquicas de 01 de outubro, referiu ainda que atualmente existem “mais 22 alojamentos locais para licenciar no município”.

O presidente do Governo dos Açores, Vasco Cordeiro, salientou que o atual período de crescimento do turismo no arquipélago é uma oportunidade para refletir o caminho que está a ser seguido e os desafios que se seguem, “mas sobretudo o momento de elencar” as prioridades e as linhas estratégicas no desenvolvimento do setor.

A este propósito, Vasco Cordeiro referiu que o executivo regional coloca particular ênfase “nas questões da ordenação e da sustentabilidade do desenvolvimento futuro” do turismo.

“Temos já a decorrer o processo de revisão do plano de ordenamento turístico da Região Autónoma dos Açores, que vem enformar o crescimento e o desenvolvimento do setor, tendo em conta neste processo de revisão a realidade que hoje temos, aquilo que ela demonstra ter de potencial e aquilo que ela difere em relação ao momento inicial em que essas orientações foram definidas”, declarou.

Vasco Cordeiro salientou, ainda, a necessidade de no desenvolvimento do setor turístico dos Açores haver uma “tripla ideia de sustentabilidade”, a económica dos investimentos realizados, a ambiental e a social.

“O tempo não é de pararmos, nem de cruzarmos os braços deslumbrados com os números. (…) O tempo é o de termos a consciência de que é exatamente nestes períodos que devemos reforçar estas ideias de planeamento, de definição estratégica, de cuidados, de forma a orientar devidamente este progresso para melhor nos preparamos para o aproveitamento de que daí possa resultar para a nossa região”, acrescentou.

Antes da inauguração desta unidade hoteleira, o chefe do executivo regional esteve na Lagoa, onde também inaugurou uma unidade de turismo rural, com 20 camas e um investimento de 1,5 milhões de euros.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.