Inauguração de obra de Julião Sarmento abre o Mapa de Arte Pública do Porto

Inauguração de obra de Julião Sarmento abre o Mapa de Arte Pública do Porto

 

Lusa/Açoriano Oriental   Nacional   7 de Jul de 2017, 18:09

O Mapa de Arte Pública da cidade do Porto vai ser apresentado na segunda-feira, nas instalações da empresa Águas do Porto, numa cerimónia que também vai ficar marcada pela inauguração de uma obra do artista plástico Julião Sarmento.

Em nota informativa, a Câmara Municipal do Porto avança que, do Mapa de Arte Pública, constam “219 esculturas e painéis de arte pública no Porto, sistematizando uma nova abordagem ao imenso acervo patrimonial da cidade”.

Ainda segundo a autarquia, a cerimónia de apresentação vai contar com a presença do artista plástico Julião Sarmento, que inaugurará a sua obra "Self-portrait as a Fountain (Fat Chance Bruce Nauman)”, a sua primeira “obra de arte pública no Porto”, incluída no mapa apresentado e que ficará nos jardins da quinta onde está a sede da empresa municipal Águas do Porto.

O evento terá lugar na rua do Barão de Nova Sintra, 285, às 12:00, e apresentará “cinco propostas de atravessamento do território com itinerários temáticos: Rota Histórica, Rota da Água, Rota das Letras, Rota Escola das Belas Artes e Rota de Arte Contemporânea”.

A criação do Mapa de Arte Pública do Porto foi anunciada em março pelo presidente da Câmara Municipal do Porto, Rui Moreira, que então avançou que o roteiro incluiria obras públicas de Fernando Lanhas, João Louro, Dalila Gonçalves, Rui Chafes e Alberto Carneiro, “além de outras já pré-existentes na cidade, como a escultura de Ângelo de Sousa, na avenida da Boavista, e o conjunto de Juan Muñoz na Cordoaria”, como se pode ler em nota informativa no ‘site’ da autarquia.

Na mesma nota pode ainda ler-se que este mapa estará disponível em locais como “os postos de turismo, o aeroporto e outros pontos estratégicos”, concretizando uma ideia do antigo responsável pela área cultural do Porto, Paulo Cunha e Silva, que morreu em novembro de 2015, de ver a "cidade como um museu a céu aberto”.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.