PEC

Impostos sobem para rendimentos acima de 150 mil euros


 

Lusa / AO online   Economia   8 de Mar de 2010, 10:36

Os rendimentos colectáveis acima dos 150 mil euros vão estar sujeitos a uma taxa de 45 por cento e as mais-valias realizadas em bolsa vão passar a pagar um imposto de 20 por cento, anunciou esta segunda-feira o ministro das Finanças.
Teixeira dos Santos, que falava na residência oficial do primeiro-ministro, em Lisboa, frisou que o Programa de Estabilidade e Crescimento (PEC), que o Governo apresenta aos partidos e parceiros sociais durante o dia de hoje, assentará na despesa e no não aumento de impostos, à excepção dos rendimentos acima dos 150 mil euros.

“Procuramos garantir um quadro de estabilidade fiscal, de não aumento dos impostos, com uma excepção E essa excepção é o facto de nos preconizarmos no âmbito do nosso PEC que até 2013 os rendimentos colectáveis superiores a 150 mil euros estarão sujeitos a uma taxa acrescida de 45 por cento”, afirmou o ministro aos jornalistas.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.