Religião

Império do Espírito Santo no Lajedo resiste às dificuldades

Carregando o video...

 

Francisco Cunha   Regional   20 de Mai de 2010, 14:58

Passados mais de 30 anos da sua criação, o “Império da Festa” persiste contra as dificuldades de organizar uma festa numa zona problemática, graças ao esforço dos fundadores
Esta quinta-feira, pelas 19h00, perto da recém-inaugurada Igreja de Nossa Senhora de Fátima, tem lugar o primeiro jantar de partilha do Império da Festa do Bairro do Lajedo, um bairro social geralmente associado a problemas de pobreza, estupefacientes e violência, mas que até à próxima segunda-feira entrará num ambiente de festividade sagrada.

Apesar das inúmeras dificuldades, a comissão de festas não se detém e partilhou a intenção de continuar há mais de três décadas com uma das tradições mais intrínsecas dos Açores - o culto ao Espírito Santo.

Jacinto Moniz, um dos fundadores originais da festa e que continua a tradição com o auxílio dos seus filhos, Paulo e Nuno, recorda como tudo começou.



Leia esta reportagem na íntegra no jornal Açoriano Oriental de quinta-feira, dia 20 de Maio de 2010

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.