Igreja Protestante da Escócia aprova ordenação de homossexuais casados


 

AO/Lusa   Internacional   22 de Mai de 2016, 12:58

A Igreja Protestante da Escócia aprovou sábado a ordenação de homens e mulheres casados com uma pessoa do mesmo sexo, três anos depois de ter aceitado a ordenação de homossexuais.

 

A Igreja Protestante escocesa já tinha autorizado, em 2015, a ordenação de pastores, homens ou mulheres, que vivessem em união civil com alguém do mesmo sexo, mas adiou o caso dos casados por um ano, para permitir um debate interno sobre a questão.

“De algum modo, fizemos a mudança fundamental no ano passado e, para muitos, hoje tratava-se de clarificar a situação e de agir em conformidade com a lei escocesa”, explicou o reverendo John Chalmers.

A moção foi adotada por 339 votos a favor e 215 contra.

A Igreja Protestante da Escócia aprovou em 2013 uma moção autorizando a ordenação de homossexuais, depois de anos de debate entre os setores liberal e tradicionalista.

Apesar da mudança hoje aprovada, a Igreja Protestante da Escócia continua a não celebrar casamentos homossexuais.

A Igreja Protestante da Inglaterra, em contrapartida, não permite a ordenação de homossexuais em união civil ou casados com pessoas do mesmo sexo.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.