Idosos atentos à gripe

Idosos atentos à gripe

 

Lusa/AOonline   Regional   30 de Dez de 2010, 08:24

Quase 65 por cento dos portugueses com mais de 65 anos vacinou-se este ano contra a gripe, tendo aumentado também o número de doentes crónicos e de profissionais de risco que levaram a vacina.

Estas são as principais conclusões do “Vacinómetro 2010”, uma iniciativa da Sociedade Portuguesa de Pneumologia e da Associação Portuguesa de Médicos de Clínica Geral, que monitoriza em tempo real a vacinação contra a gripe.

O pneumologista Filipe Froes explicou que os indicadores permitem concluir que houve um aumento da adesão à vacinação por parte de todos os grupos prioritários, mais evidente nos doentes crónicos e nos profissionais de risco.

Em relação aos doentes crónicos, a vacinação atingiu 48,8 por cento, quando no ano passado se tinha ficado pelos 33 por cento.

Na população idosa, a percentagem foi este ano de 64,7 por cento, quando em 2009 não tinha chegado aos 60 por cento.

Filipe Froes recordou  que o objetivo da União Europeia é alcançar, em 2014, uma taxa de vacinação na população com mais de 65 anos de 75 por cento.

“O trabalho mais difícil está em manter boas coberturas vacinais nos doentes crónicos e nos profissionais de risco. Mas onde vamos ser avaliados é na cobertura dos idosos. Isso é o objetivo primordial”, comentou o médico.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.