Hugo Chávez partiu para Caracas depois de visita de 10 horas

Hugo Chávez partiu para Caracas depois de visita de 10 horas

 

Lusa   Nacional   24 de Out de 2010, 21:29

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, terminou a visita de negócios que realizou hoje ao norte de Portugal e partiu ao início da noite do Aeroporto Francisco Sá Carneiro num voo com destino a Caracas

Em menos de 10 horas de estada, com o objetivo de reforçar a cooperação entre os dois países, o presidente venezuelano visitou os Estaleiros Navais de Viana do Castelo (ENVC) e a JP Sá Couto, a empresa fabricante do computador "Magalhães".

Em declarações aos jornalistas, antes de seguir para o Aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto, Hugo Chávez realçou a aliança com o primeiro-ministro português, realçando que “não há mais caminho do que união”.

Durante a visita, Chávez assinou acordos para a aquisição de dois navios de transporte de asfalto, construídos nos ENVC, um negócio que ronda os 130 milhões de euros.

Outro acordo formalizado hoje prevê a construção, pelo Grupo Lena, de 12 512 habitações sociais e três fábricas pré-fabricadas, um negócio calculado em 682 milhões de euros.

De destacar ainda a assinatura de um memorando de entendimento para o fornecimento à Venezuela de mais 1,5 milhões de computadores “Magalhães” nos próximos três anos.

Foi igualmente assinado um memorando de entendimento para a cooperação energética e para a constituição de uma empresa mista de transporte e liquidificação de gás natural, sendo a Galp o parceiro português.

Com uma comitiva de nove ministros, Hugo Chávez almoçou com o primeiro-ministro, José Sócrates, e o ministro das Obras Públicas, António Mendonça, na Casa de Chá da Boa Nova, em Matosinhos, um “ex-libris” da zona desenhado pelo arquiteto Siza Vieira e propriedade da câmara local.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.