Hotelaria nacional regista até março melhor trimestre desde há 10 anos

Economia /

557 visualizações   

A hotelaria nacional registou no primeiro trimestre deste ano o desempenho mais forte dos últimos 10 anos, segundo o primeiro AHP Hotel Snapshot, divulgado pela Associação da Hotelaria de Portugal (AHP).
 

A AHP notou que estes resultados não foram influenciados “pelos resultados da Páscoa, que este ano ocorreu no mês de abril”.

Nos primeiros três meses de 2017, o RevPAR (preço médio por quarto disponível) aumentou 13% face ao período homólogo e 22% face ao primeiro trimestre de 2007.

Neste período, Portugal registou um total de 8,8 milhões de dormidas em empreendimentos turísticos, das quais 86% ocorreram em hotéis, hotéis-apartamento e pousadas, enquanto o número de hóspedes foi de 3,4 milhões, (+6,4% na comparação homóloga e 48% face ao primeiro trimestre de 2007).

O mercado com maior crescimento foi o brasileiro (68% face ao ano anterior), seguido do mercado polaco (+40%) e do mercado norte-americano (+34%).

Em termos de quota, o Brasil detém 9,0%, os EUA 4,0% e a Polónia 2,0%, com a liderança a pertencer aos mercados tradicionais como o Reino Unido, Alemanha, Espanha e França (49% do total dos mercados externos).

Esta análise notou ainda um aumento de 18% no número de empregados no setor de alojamento, para um total de 62 mil pessoas, um número que deverá aumentar com os 41 novos hotéis previstos até ao fim do ano. Até ao momento abriram portas 11 unidades.

Os dados notaram o crescimento de 17% das exportações do setor do turismo.

O Hotel Snapshot analisa e sintetiza informação estatística do AHP Hotel Monitor, que recolhe, desde 2004, dados relativos à operação hoteleira, desagregados por destinos turísticos e categorias de estabelecimentos hoteleiros.