Hospitais de Coimbra confirmam três mortes com bactéria e afastam hipótese de surto


 

Lusa/AO Online   Nacional   3 de Fev de 2016, 11:00

O Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC) confirmou hoje que três pessoas com a bactéria multirresistente "klebsiella pneumoniae" morreram em janeiro neste hospital.

Apesar das mortes, o diretor clínico José Pedro Figueiredo afastou a possibilidade de um surto e disse que associados a este caso estão internados no CHUC 21 doentes.

Entre estes 21, oito estão infetados e os restantes colonizados com a bactéria.

Dos doentes infetados, quatro estão nos cuidados intensivos, um dos quais deverá ter alta hoje, dois têm prognóstico favorável e um outro prognóstico reservado.

A edição de hoje do JN associava esta bactéria e os internamentos em Coimbra a um surto que em Gaia, em 2015, acabou por atingir mortalmente três pessoas.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.