Política

Horta contra criação de plataformas logísticas sem estudos prévios

Horta contra criação de plataformas logísticas sem estudos prévios

 

Lusa / AO online   Regional   24 de Jun de 2010, 15:30

A Câmara Municipal da Horta, de maioria socialista, manifestou-se na quarta-feira contrária à criação de plataformas logísticas para abastecimento dos Açores nas ilhas de S. Miguel e Terceira sem estudos que comprovem as mais-valias associadas.
A posição da autarquia, aprovada em reunião de vereação, surge na sequência da aprovação recente pela maioria PS no Parlamento açoriano do Plano Regional de Ordenamento do Território (PROTA) que aponta nesse sentido.

O voto aprovado pela Câmara da Horta declara-se contra a eventual implementação das plataformas logísticas previstas “sem se realizarem estudos envolvendo as forças vivas do concelho, que fundamentem a opção e que comprovem a existência de mais-valias” para a Região.

O abastecimento das ilhas tem sido assegurado a partir dos três principais portos açorianos – Ponta Delgada (S. Miguel), Praia da Vitória (Terceira) e Horta (Faial).

Segundo o único município do Faial no “actual modelo não existe historial negativo de ruptura de abastecimento no que diz respeito à carga geral contentorizada”.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.