Historiador português lança obra sobre identidade de Cristóvão Colombo nos EUA


 

LUSA/AO online   Cultura e Social   19 de Mai de 2016, 17:08

O historiador português Manuel Rosa, radicado nos Estados Unidos, lança esta sexta-feira, na Universidade Xavier, em Cincinnati, o livro "Columbus - The Untold Story"

A obra é uma versão alargada de "O Mistério Colombo Revelado'" (Ésquilo, 2006), escrito com Eric James Steele, que já foi traduzido para espanhol, polaco e lituano, e em que se explora a ideia de que Cristóvão Colombo teria nascido em Portugal.

O historiador, originário do Pico, nos Açores, acredita que "Cristóvão Colombo era chamado Cristóvão Colón, nunca Colombo, e não era da Génova, como nos ensinaram, mas sim um nobre português de gema."

"Este novo livro vai mudar a história porque expõe, pela primeira vez em 500 anos, os segredos da vida de Cristóvão Colón. O Colombo Italiano fica desterrado de uma vez por todas. Essa história do plebeu tecedor de lãs, que veio da Génova casar com uma nobre dama, em Portugal, era um conto de fadas cheio de invenções que não tem lugar em livros de história, mas sim em filmes de Walt Disney", explicou o autor à Lusa.

Rosa acredita que "todo o nosso entendimento sobre Cristovão Colombo teve base, durante 500 anos, em informação errada."

"Não conseguimos resolver o mistério, porque estivémos à procura do homem errado, seguindo mentiras que foram espalhadas intencionalmente para ocultar a sua verdadeira identidade", acrescenta.

Rosa vive na Carolina do Norte, onde trabalha para a Universidade de Duke, e defende que o navegador não procurava um caminho marítimo para a Índia, mas cumpria uma missão secreta com o propósito de levar a coroa espanhola o mais longe possível da Índia.

"Após 25 anos de investigação, estou confiante de que resolvi o 'puzzle' da sua verdadeira identidade, que era bem conhecida por D. João II e pela rainha Isabel de Castela. Estas três pessoas trabalharam em conjunto para ludibriar o público, escondendo efetivamente a verdadeira identidade do navegador e a identidade dos seus pais", explica.

O historiador diz que a publicação da sua tese em inglês é fundamental para que a sua teoria seja verificada e expandida por outros especialistas.

"A língua inglesa é, hoje em dia, o latim de antigamente, é falada e entendia por todo o mundo. Ter o meu trabalho publicado em inglês significa que fica acessível a qualquer investigador que queira ler", acredita.

A Universidade Xavier, que acolhe o lançamento do livro, diz que "[Rosa] passou 25 anos a investigar documentos históricos em vários países e descobriu factos desconhecidos que estão a virar de avesso a história de Colombo".

Manuel Rosa pretende publicar o novo livro, com o título "O Mistério Colombo Resolvido", em Portugal, ainda este ano.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.