Hillary Clinton reforça vantagem face a Donald Trump

Internacional /
Hillary Clinton

722 visualizações   

A candidata do Partido Democrata à Casa Branca, Hillary Clinton, consolidou a sua vantagem sobre o rival do Partido Republicano, Donald Trump, graças ao apoio das mulheres, segundo sondagens publicadas hoje, nos Estados Unidos.
 

 

As sondagens mostram que os resultados de Trump refletem os cometários desabonatórios que fez em 2005, sobre as mulheres, divulgados na semana passada, e as acusações de assédio sexual.

Segundo uma sondagem conjunta do Wall Street Journal e da cadeia televisiva NBC, Hillary Clinton tem atualmente 11 pontos de vantagem (48% face a 37%) entre os votantes prováveis, uma clara subida face aos seis pontos de distância que existiam em setembro, noticiou a agência espanhola Efe.

Segundo o diário nova-iorquino, o crescimento de Clinton deve-se às mulheres e aos eleitores indecisos ou que planeavam votar num terceiro partido.

A sondagem foi realizada entre os dias 10 e 13 de outubro, depois do segundo debate entre os candidatos presidenciais, todavia antes de conhecidas acusações de várias mulheres, feitas na semana passada, de assédio sexual, por parte de Donald Trump, nas últimas décadas.

Entre os inquiridos, 67% acredita que Hillary Clinton será melhor como Presidente quando tratar de assuntos relacionados com as mulheres, enquanto apenas 17% escolhe Trump.

Segundo a sondagem publicada pela cadeia televisiva CBS, Clinton tem uma vantagem de seis pontos nos Estados disputados entre Democratas e Republicanos, sobretudo graças ao apoio das mulheres.

A vantagem de Clinton entre o eleitorado feminino, nesses Estados, é agora de 15 pontos, face aos cinco do mês passado, revelando que Donald Trump perdeu apoio entre o eleitorado feminino republicano.

Cerca de 70% dos inquiridos pela sondagem, considera que Donald Trump não respeita as mulheres.

Segundo a média das sondagens elaboradas pelo 'site' Real Clear Politics, a vantagem de Clinton em termos nacionais situa-se em 5,5 pontos.