“Há um conflito de interesses evidente na Câmara do Comércio”

“Há um conflito de interesses  evidente na Câmara do Comércio”

 

Pedro Nunes Lagarto   Regional   23 de Out de 2010, 15:58

O antigo dirigente da Câmara do Comércio e Indústria de Ponta Delgada, Costa Martins, acusa o actual presidente e um vice-presidente da instituição de protagonizarem um “conflito de interesses evidente” por simultâneamente serem proprietários e sócios de empresas de estudos económicos
“Acho que não se deviam ter candidatado porque há um conflito de interesses evidente. É preciso ter alguma ética e honestidade nestas coisas. Nunca poderia elaborar estudos económicos na minha empresa que depois seriam apreciados por funcionários que se encontram sob a minha direcção na Câmara do Comércio e Indústria de Ponta Delgada”, exemplifica.

O mesmo acrescenta: “na altura das eleições, membros afectos à minha lista solicitaram que me pronunciasse sobre esse facto. Optei por não atacar os meus adversários durante o acto eleitoral. Agora, confesso que perante esta direcção perdi algum do pudor em fazer declarações públicas porque o meu bom nome foi manchado. Disseram, por exemplo, que não queria sair por causa das contas. As contas foram auditadas. Estavam correctas. Não houve sequer a hombridade de esclarecer os sócios que estava tudo bem. Portanto, esses dois elementos não se devem recandidatar”.

Costa Martins afirma também ter sido contactado por sócios que “sugeriram que se devia efectuar um pedido formal ao Governo Regional para que não pudessem ser apreciados na Câmara do Comércio e Indústria de Ponta Delgada estudos económicos encomendados a essas empresas”.

Leia esta notícia na íntegra no jornal Açoriano Oriental de sábado, dia 23 de Outubro de 2010


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.