Lei do tabaco

Há menos fumadores, mas um em cada quatro portugueses morre prematuramente

Há menos fumadores, mas um em cada quatro portugueses morre prematuramente

 

Lusa/AO online   Nacional   30 de Dez de 2011, 14:26

A aplicação da lei do tabaco provocou uma redução de cinco por cento do número de fumadores, mas um em cada quatro portugueses ainda morre prematuramente, em parte devido ao tabaco.
Quatro anos após a entrada em vigor da legislação que veio proibir o fumo na maioria dos espaços públicos fechados, as notícias, para a Sociedade Portuguesa de Pneumologia, são animadoras: há menos fumadores em Portugal.

“O facto de não se poder fumar em qualquer lado levou a uma redução de cinco por cento dos fumadores”, lembrou o presidente da Sociedade Portuguesa de Pneumologia (SPP), Carlos Robalo Cordeiro, referindo-se a um estudo nacional que indica que a lei do tabaco levou a que 5,1 por cento (%) dos fumadores deixassem de fumar e 22,3% diminuísse o consumo.

O estudo sobre o impacto da legislação coordenado pela Direção Geral de Saúde - o Infotabaco - detectou ainda uma “diminuição muito significativa do tabagismo passivo, que diminuiu 20 por cento”.

A mudança de hábitos já começa a refletir-se timidamente na saúde dos portugueses: “em 2009 diminuiu o número de internamentos por doenças cardiovasculares e os episódios de internamento por Doença Pulmonar Obstrutiva mostram uma tendência de diminuição”, lembrou o presidente da SPP.

De acordo com o Infotabaco, os episódios de internamento por doença isquémica cardíaca “diminuíram pela primeira vez em 16 anos”.

Apesar das notícias, o director-geral de Saúde, Francisco George, considerou que ainda há muito por fazer: “Temos de ser todos mais exigentes com a prevenção e controlo do tabagismo”, disse o responsável, defendendo que “não faz sentido que aqueles que não fumam fumem os cigarros dos outros em espaços fechados”.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.