Grupo EDA aumentou custos com pessoal em 4,9 milhões em 2009

Grupo EDA aumentou custos com pessoal em 4,9 milhões em 2009

 

PNL   Regional   25 de Ago de 2010, 11:35

Os custos com pessoal ascenderam a 30,4 milhões de euros no exercício de 2009, representando cerca de 23 por cento dos gastos Operacionais, revela o Relatório e Contas.
Assim, em 2009, os custos com pessoal sofreram um aumento de 19 por cento (em 4,9 milhões de euros) face ao exercício do ano anterior, perfazendo 30,4 milhões de euros.
Do total de custos, 19,4 milhões foram referentes a remunerações e 11 milhões de euros a encargos sociais.
De acordo com o relatório e  contas da EDA o aumento nos gastos com pessoal no exercício do ano passado ficou-se a dever a três factores, a saber : a consolidação da Norma-Açores e da Controlauto-Açores pela primeira vez em 2009 a par do aumento do número de trabalhadores com vínculo ao Grupo EDA, em 1,08 por cento.  Outras das razões invocadas para o agravamento dos gastos com pessoal é o aumento resultante da progressão automática das carreiras.
Refira-se que no ano passado o número de trabalhadores com vínculo ao Grupo EDA era de 937, representando um aumento de 1,08 por cento (mais 10 trabalhadores) face ao ano anterior. •

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.