Nigéria

Grupo armado rapta sete funcionários da ExxonMobil


 

Lusa/AO online   Internacional   16 de Nov de 2010, 15:41

O MEND, principal grupo armado da zona petrolífera do sul da Nigéria, ativo na região do delta do Níger, anunciou esta terça-feira ter raptado sete funcionários da companhia ExxonMobil e advertiu que vai realizar novas acções
Em comunicado, o MEND (Movimento para a Emancipação do Delta do Níger) "confirma que o ataque à instalação petrolífera da ExxonMobil, em Akwa Ibom, um dos 36 Estados da Nigéria, foi realizado por combatentes" seus.

"Sete funcionários foram raptados", adianta o MEND, referindo-se ao ataque lançado durante o fim-de-semana, ao largo da costa da Nigéria, contra uma plataforma do gigante petrolífero norte-americano, anunciou hoje a companhia.

Uma filial nigeriana da ExxonMobil tinha anunciado que uma das suas instalações off-shore tinha sido atacada por "homens armados não identificados, domingo à noite”, no estado de Akwa Ibom, sem dar mais pormenores.

A região do delta do Níger, no sul da Nigéria, é palco de violência frequente por parte de grupos armados que afirmam lutar por uma melhor divisão do petróleo. Raptos e ataques a instalações petrolíferas são frequentes.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.