Greves nos aeroportos desconvocadas após compromisso do Governo

Greves nos aeroportos desconvocadas após compromisso do Governo

 

Lusa/AO Online   Economia   26 de Dez de 2016, 16:09

As greves dos trabalhadores do 'handling' (assistência em terra) e da segurança nos aeroportos vão ser desconvocadas, informou hoje à Lusa o Sindicato dos Trabalhadores da Aviação e Aeroportos (Sitava).

 

A desconvocação das greves, que se iniciavam já na terça-feira e se prolongavam até sexta-feira, foi hoje aprovada em plenário de trabalhadores, depois de terem sido dados a conhecer os compromissos assumidos pelo Governo na semana passada.

O Sitava e o Governo estiveram reunidos na sexta-feira numa longa maratona negocial relativa às reivindicações dos trabalhadores do 'handling' e da segurança nos aeroportos.

De acordo com o coordenador do Sitava, Fernando Henriques, foram assumidos pelo Governo, representado pelo secretário de Estado das Infraestruturas, Guilherme W. d'Oliveira Martins, "um conjunto de compromissos" que serão dados a conhecer à comunicação social, em conferência de imprensa esta tarde.

Em cima da mesa estiveram as reivindicações dos trabalhadores das empresas de 'handling' Groundforce e Portway, que contestam o licenciamento, alegando ser ilegal, da Groundlink e da Ryanair, mas também as pretensões dos trabalhadores das empresas de segurança, Prosegur e Securitas, em negociações para um novo Contrato Coletivo de Trabalho com a Associação de Empresas de Segurança.

A greve dos trabalhadores da Prosegur e da Securitas estava convocada para 27, 28 e 29 de dezembro e a dos trabalhadores da Groundforce e da Portway para 28, 29 e 30 de dezembro.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.