Greve dos técnicos de diagnóstico e terapêutica com pouca adesão

Greve dos técnicos de diagnóstico e terapêutica com pouca adesão

 

Carla Dias   Regional   31 de Mai de 2010, 18:52

No primeiro dia de greve dos técnicos superiores de diagnóstico e terapêutica, a adesão foi reduzida.
Fernando Medeiros, do sindicato dos técnicos superiores de diagnóstico e terapêutica, adianta que a greve rondou os 50 por cento neste primeiro dia de paralisação.
O hospital de Ponta Delgada foi o que registou maior adesão à greve, com 60 por cento. Já o hospital da Horta e o hospital de Santo Espírito, na Terceira, registaram uma adesão de 35 por cento.
Já nos centros de saúde, a adesão foi maior. O Centro de Saúde da Ribeira Grande registou uma adesão de 90 por cento.
Este foi o primeiro dia de greve dos técnicos superiores de diagnóstico e terapêutica, que se prolonga durante mais dois dias.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.