Espanha

Governos espanhol e basco desvalorizam comunicados da ETA


 

Lusa/AO online   Internacional   20 de Set de 2010, 11:07

Os governos espanhol e basco consideraram esta segunda-feira sem valor e decepcionante o último comunicado da organização separatista basca ETA, afirmando que a única alternativa continua a ser o fim total e definitivo da violência.
María Teresa Fernández de la Vega, vice-presidente do Governo espanhol, insistiu esta segunda-feira que “não pode haver atalhos” e que os comunicados carecem de valor por não anunciarem um fim definitivo da violência.

Motivo pelo qual, explicou aos jornalistas, o terrorismo continuará a ser combatido pelas vias policial e judicial.

“Não há nada a comentar sobre o que não é nada de novo”, disse, referindo-se a um comunicado da ETA, divulgado no fim-de-semana, que apela à comunidade internacional para que participe na estruturação de um processo democrático que dê solução ao “conflito” basco.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.