Governo regional quer coimas para quem usar Marca Açores indevidamente

Governo regional quer coimas para quem usar Marca Açores indevidamente

 

Lusa/AO Online   Regional   22 de Fev de 2016, 15:46

O vice-presidente do Governo dos Açores anunciou hoje que o executivo vai apresentar uma iniciativa legislativa no parlamento para penalizar com coimas os agentes que usem abusivamente a designação Marca Açores.

 

“Estamos a concluir este processo de certificação da Marca Açores e irá sair, até 15 de março, o regulamento que falta para produtos não alimentares. Depois de concluído, esperamos apresentar, até 31 de março, um decreto legislativo regional, no parlamento, que tem a competência nessa matéria, para aplicar um regulamento de coimas a quem utilizar abusivamente a expressão”, declarou aos jornalistas Sérgio Ávila.

Sérgio Ávila entregou na Lagoa, ilha de São Miguel, o 500.º selo da Marca Açores a uma empresa regional, tendo considerado ser este um “marco importante” e, simultaneamente, apelou à população para que consuma produtos de origem açoriana.

“É importante deixar uma mensagem aos consumidores açorianos no sentido de que consumir produtos dos Açores é, também, dar um contributo para criar emprego na região”, declarou.

O governante recordou que o executivo regional garante que o produto que tem aquele selo “é, efetivamente, feito na região, com matérias-primas dos Açores, para evitar que haja abusos na sua utilização”.

O governante referiu que a introdução da Marca Açores, há cerca de um ano, “excedeu as expectativas”, não pelo número de produtos atingidos, com mais de 100 empresas associadas, mas também porque, “neste momento, existe uma grande adesão” que perspetiva que “rapidamente se chegará ao produto 1.000”.

Sérgio Ávila defendeu “ser fundamental” que, ao aumento do turismo nos Açores, esteja associado o aumento de vendas de produtos açorianos, tendo acrescentado que, com base em contactos com empresas agroalimentares regionais, se registou um aumento do consumo depois de 2015, após a contração económica.

“Evidentemente que o grande desafio que se coloca para 2016 é que este aumento, por via do turismo e pelo consumo, na sequência do rendimento disponível, se faça pela via do consumo dos produtos regionais”, sustentou o membro do executivo.

O vice-presidente do Governo dos Açores reafirmou ainda que a região vai desenvolver agora uma campanha nacional de promoção da marca.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.