Governo Regional dos Açores fala em níveis de adesão à greve de 7,33%

Governo Regional dos Açores fala em níveis de adesão à greve de 7,33%

 

AO/Lusa   Regional   14 de Mar de 2015, 13:04

A greve geral dos trabalhadores da função pública de sexta-feira registou, nos Açores, uma adesão de 7,33%, segundo os dados do Governo Regional, distantes dos avançados pela CGTP, que davam conta de níveis de adesão superiores a 60%.

 

Segundo informação disponibilizada hoje no ‘site’ da Presidência do Governo Regional dos Açores, a greve registou uma adesão de 7,33%, no conjunto da Administração Pública Regional, sendo que nas 19 câmaras municipais e nos serviços municipalizados de Angra do Heroísmo e de Ponta Delgada, a adesão por parte dos trabalhadores da Administração Local foi de 6,07%.

O balanço da greve feito na sexta-feira pela estrutura regional da CGTP-IN indicava uma adesão de 60% a 65%, com a Saúde e a Educação a serem os setores mais afetados.

A federação sindical reconheceu que esta adesão foi mais baixa do que na generalidade do país, mas considerou situar-se num nível “aceitável”.

A greve foi convocada pela federação sindical filiada na CGTP-IN e teve depois a adesão do Sindicato dos Trabalhadores da Administração Pública (SINTAP) e do Sindicato dos Quadros Técnicos do Estado (STE).

Na origem da convocação da greve estão os cortes salariais na Função Pública, o aumento do horário semanal das 35 para as 40 horas, a colocação de trabalhadores no regime de requalificação, o congelamento das carreiras e a falta de negociação no setor.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.