Governo Regional diz que greve de técnicos de diagnóstico está nos 42 por cento

Governo Regional diz que greve de técnicos de diagnóstico está nos 42 por cento

 

Lusa/AO online   Regional   24 de Mai de 2018, 15:12

A greve dos técnicos de diagnóstico e terapêutica está a registar uma adesão de 42% no Serviço Regional de Saúde nos Açores, disse à agência Lusa fonte do executivo açoriano.

Segundo dados enviados à Lusa pela secretaria regional da Saúde, que refere que falta apurar a Unidade de Saúde de Ilha da Graciosa, nos hospitais de Ponta Delgada, Angra do Heroísmo e Horta a paralisação regista uma adesão de 46% e de 39% nos centros de saúde.

O delegado no arquipélago do Sindicato dos Técnicos Superiores de Diagnostico e Terapêutica, Júlio Carvalho, referiu esta manhã à Lusa que a greve estava a registar uma adesão entre os 73% e os 80% no Hospital de Ponta Delgada, em São Miguel, a maior unidade de saúde dos Açores.

Os técnicos de diagnóstico e terapêutica iniciaram hoje às 00:00 dois dias de greve nacional por falta de acordo com o Governo sobre matérias relativas às tabelas salariais, transições para nova carreira e sistema de avaliação.

A greve é convocada pelas quatro estruturas sindicais que representam os técnicos superiores de diagnóstico e terapêutica, sendo que a paralisação deve afetar análises clínicas, meios complementares de diagnóstico e alguns tratamentos.

Os sindicatos alegam que a tabela salarial imposta pelo Governo faz com que cerca de 90% dos técnicos permaneçam na base da carreira toda a sua vida profissional enquanto o sistema de avaliação imposto prolonga a estagnação salarial.

Além disso, argumentam, o Governo violou o acordo firmado com os sindicatos, reduzindo a quota dos que atingem o topo da carreira em 50%.

Para hoje está agendada uma manifestação em Lisboa da parte da tarde.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.