Plano e Orçamento

Governo reduz nas despesas para aumentar apoios a famílias e empresas

Governo reduz nas despesas para aumentar apoios a famílias e empresas

 

Lusa/AO online   Regional   31 de Out de 2011, 17:38

O Governo dos Açores disse que vai reduzir as despesas de funcionamento da administração regional em 2012 para reforçar os apoios a conceder às famílias e às empresas açorianas, como forma de minimizar os efeitos da crise.
A afirmação foi feita pelo vice-presidente do Governo, Sérgio Ávila, durante uma conferência de imprensa realizada na Horta após a entrega formal das propostas de Plano e de Orçamento do Governo para o próximo ano, na Assembleia Legislativa dos Açores.

"O objectivo destes documentos é, essencialmente, fazer tudo, mesmo tudo o que estiver ao nosso alcance, dentro das nossas disponibilidades, para poder minimizar os efeitos para as famílias e para as empresas, desta conjuntura nacional e internacional adversa", especificou o governante.

Sérgio Ávila adiantou que o executivo socialista vai reduzir as despesas de funcionamento na administração regional em 8,4%, correspondente a menos 33 milhões de euros, "se exceptuarmos as despesas com o Serviço Regional de Saúde" (SRS).

Em contrapartida, o Governo açoriano vai reforçar os apoios sociais, nomeadamente o complemento regional de pensão e o complemento de abono às famílias (ambos em 10%), e também a remuneração complementar (em cerca de 3,5%).

"Fixámos também em 11 milhões de euros a dotação para o Fundo de Compensação Salarial e em 13 milhões de euros o apoio excepcional às empresas, dos quais seis milhões são referentes à bonificação de juros de financiamentos obtidos pelas empresas", frisou o vice-presidente.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.