Sociedade

Governo quer que empresas assumam responsabilidade social com trabalhadores

Governo quer que empresas assumam responsabilidade social com trabalhadores

 

Lusa/AO online   Regional   6 de Mar de 2010, 15:08

O presidente do Governo Regional dos Açores revelou hoje que o executivo está a preparar a reformulação do regime jurídico da ação social, pretendendo introduzir obrigações sobre responsabilidade social das empresas.

“Pretendemos que os estabelecimentos empresariais, a partir de uma determinada dimensão, assegurem, de forma apropriada e sempre que possível nas próprias instalações, a vigilância e assistência aos filhos dos seus trabalhadores”, afirmou Carlos César, na cerimónia de inauguração do Jardim de Infância Coração de Jesus, em Ponta Delgada. Na sua intervenção, Carlos César admitiu a possibilidade de o executivo comparticipar as respostas sociais geridas por entidades privadas, através da atribuição de um subsídio por utente, no sentido de incentivar as empresas a criarem espaços de ocupação para os mais novos. Nos Açores existem atualmente 56 creches e jardins de infância, que acolhem cerca de 4500 crianças e são financiados pelo governo num montante que atinge 12 milhões de euros por ano, mas que ainda são insuficientes para suprir as necessidades. Para colmatar essas necessidades, o presidente do governo açoriano anunciou a construção de mais quatro creches em Ponta Delgada, num valor que ascende a 4,5 milhões de euros.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.