Governo prevê abrir na próxima semana candidaturas a fundos europeus

Governo prevê abrir na próxima semana candidaturas a fundos europeus

 

Lusa/AO online   Regional   9 de Jan de 2015, 11:16

O Governo dos Açores prevê abrir na próxima semana as candidaturas aos fundos europeus do Quadro Comunitário de Apoio 2014-2020, que terá "reflexo especialmente na competitividade das empresas e na criação de emprego".

“Somos o primeiro programa operacional regional do país a estar a partir de hoje aprovado e a estar a partir de hoje em condições de ser operacionalizado”, afirmou o vice-presidente do Governo regional, Sérgio Ávila.

Sérgio Ávila falava à margem da primeira reunião da Comissão de Acompanhamento do Programa Operacional dos Açores 2020, onde será aprovada “toda a regulamentação" e assegurada "a operacionalização do próximo período de programação de fundos comunitários".

“Será o primeiro programa operacional regional do país a ser aprovado pelas entidades nacionais e comunitárias e, a partir de hoje, temos todas as condições para iniciar a execução deste novo Quadro Comunitário de Apoio”, frisou o vice-presidente do Governo açoriano, acrescentando que “foi possível aprovar toda a regulamentação em menos de 15 dias em relação à aprovação do programa nacional".

O vice-presidente do Governo Regional lembrou que os Açores vão ter à disposição, "no âmbito do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER) e Fundo Social Europeu", verbas que permitirão "alavancar um investimento de 1.400 milhões de euros".

“Direcionamos 50% destas dotações para o apoio às empresas e à economia e aumentamos em 66% o apoio para as medidas de promoção de criação de emprego. O que quer dizer que o novo Quadro Comunitário de Apoio terá um reflexo especialmente na competitividade das empresas e na criação de emprego e com menos incidência, evidentemente, na construção de infraestruturas”, salientou.

Sérgio Ávila estimou que, "a partir da próxima semana, será possível já lançar o primeiro aviso (em relação às candidaturas que se reflitam em investimentos de 2014) e operacionalizar já o próximo Quadro Comunitário de Apoio".

Estimando que esta primeira fase esteja "concluída durante o mês de janeiro", Sérgio Ávila assegurou, ainda, que "a taxa de execução do Quadro Comunitário de Apoio será 100%" e o Governo açoriano espera também dar "incremento a uma trajetória, que já se vem sentindo no último ano, de aumento da população empregada".


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.