Governo islâmico-conservador turco autoriza construção de igreja em Istambul

Governo islâmico-conservador turco autoriza construção de igreja em Istambul

 

Lusa / AO online   Internacional   3 de Jan de 2015, 11:12

O Governo islâmico-conservador turco autorizou a construção de uma igreja em Istambul para a pequena minoria siríaca, a primeira desde a implantação da República Turca em 1923, disse à France Presse uma fonte governamental.

 

"Esta será a primeira, desde a implantação da República. As igrejas foram restauradas e reabertas ao público, mas nenhuma nova igreja foi construída até agora", disse a mesma fonte, pedindo o anonimato.

Os cristãos são "uma ultra-minoria" e, por vezes, vítimas de ataques na Turquia, um país laico com 99% de muçulmanos, onde o regime é acusado pelos seus opositores de "deriva islamita".

O Governo de Ancara, que espera entrar para a União Europeia, aumentou com base nesta perspetiva os direitos das minorias religiosas, restaurando igrejas, mosteiros e sinagogas.

A igreja será construída durante os próximos meses no bairro de Yesilköy, na fronteira com o Mar de Mármara, num terreno cedido pelo município e financiada por uma fundação em defesa dos direitos dos siríacos (ortodoxos e católicos), que vivem sobretudo no sudeste da Turquia e que ascendem a cerca de 20.000 pessoas.

Yesilköy, localizado no lado europeu de Istambul e mais conhecido entre os europeus pelo nome antigo de San Stefano, já abriga três igrejas: arménia gregoriana, grega ortodoxa e católica.

O Papa Francisco visitou a Turquia no final de novembro, num momento de preocupação quanto à situação precária dos cristãos orientais, ameaçados pelos jihadistas no Iraque e na Síria.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.