Grécia

Governo grego congela reformas e corta salários


 

Lusa / AO online   Economia   3 de Mar de 2010, 15:48

O Governo socialista grego decidiu hoje congelar as reformas e reduzir em 30 por cento o 13.º mês e em 60 por cento o 14.º mês de salário dos funcionários públicos, anunciou esta quarta-feira um porta-voz.
Além destas, as medidas de austeridade suplementares hoje anunciadas incluem um aumento de dois pontos percentuais da taxa do IVA e dos impostos sobre álcool, combustíveis e produtos de luxo, declarou o porta-voz do Governo socialista, Georges Petalotis.

Segundo a televisão pública grega NET, estas novas medidas de austeridade permitirão poupar 4,8 mil milhões de euros. O Governo socialista grego foi pressionado por Bruxelas para endireitar financeiramente o país ameaçado de bancarrota.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.