Base das Lajes

Governo garante que está a acompanhar situação laboral nas Lajes

Governo garante que está a acompanhar situação laboral nas Lajes

 

Lusa / AO online   Regional   20 de Jul de 2010, 10:25

O Governo Regional dos Açores revelou segunda-feira estar a acompanhar a situação laboral dos trabalhadores portugueses na Base das Lajes, tendo solicitado informações às autoridades competentes sobre a existência de alegadas ameaças de despedimentos, denunciadas pelos sindicatos.
“Já foi solicitada informação às autoridades competentes e estão a ser estabelecidos os contactos necessários para perceber os contornos da situação à luz do acordo e regulamento de trabalho e assim proteger os legítimos interesses dos trabalhadores que possam estar em causa”, refere uma nota da Secretaria Regional da Presidência.

O documento assegura que a situação está a ser acompanhada pelo representante da Região na Comissão Laboral do Acordo de Cooperação e Defesa entre Portugal e os EUA, acrescentando que esse acompanhamento já tinha sido comunicado ao Sindicato dos Trabalhadores da Alimentação, Comércio, Escritórios e Serviços (SABCES) dos Açores, que denunciou a situação.

Nesse sentido, o executivo regional critica o sindicato por ter “preferido o alarme e o ataque fácil sobre uma pretensa inoperabilidade das entidades portuguesas, ao invés de colaborar directamente na resolução do assunto”.

O SABCES/Açores, numa conferência de imprensa realizada em Angra do Heroísmo, denunciou casos de trabalhadores portugueses na Base das Lajes que foram convidados a aceitarem trabalho noutras categorias para evitarem o desemprego.

O dirigente sindical Vítor Silva afirmou que "o pânico está instalado" entre os trabalhadores, "que se sujeitam a situações injustas, com danos pessoais e materiais", e apelou à intervenção das entidades portuguesas.
 

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.